O que é fadiga ocular?

Você sabe p que é fadiga ocular? Aprenda mais aqui!

Em uma realidade com a presença cada vez mais constante de telas e monitores, torna-se cada vez mais necessário compreender o que é fadiga ocular, seus sintomas e como evitar esse desconforto para garantir melhor saúde dos olhos

Pensando nisso, a Ótica Mori busca neste conteúdo apresentar as definições sobre o tema e compartilhar dicas imperdíveis para banir a sensação de vista cansada, que apesar de comum, pode ser bastante desagradável. Boa leitura!

Afinal, o que podemos definir como fadiga ocular?

Basicamente definida como cansaço ocular, trata-se da vista cansada, geralmente associada ao esforço excessivo dos olhos em monitores, tablets, TVs, entre outros. 

Acontece porque a musculatura ocular está sobrecarregada de focalizar um ponto de visão específico. Os sintomas comuns incluem:

  • vermelhidão;
  • inchaço;
  • sensibilidade;
  • olhos secos, irritados ou lacrimejando;
  • desconforto visual;
  • ardência;
  • dores na nuca, cabeça, pescoço e ombros;
  • visão prejudicada. 

Principais causas sintomas

A fadiga ocular é um dos problemas de visão mais comuns e apresenta sintomas que estão relacionados a desordens de saúde ocular, como miopia e astigmatismo, por exemplo, como também está associada a hábitos nocivos praticados no dia a dia. 

Quando nossa visão não está boa, naturalmente fazemos maior esforço com os olhos, na tentativa de enxergar melhor. Esse comportamento, entretanto, deve ser evitado.

O hábito de passar muito tempo em frente ao computador, ou assistindo TV, por exemplo, também influencia muito, já que os movimentos oculares para focar na tela resultam em esforço excessivo dos globos oculares.

O mesmo também acontece com motoristas que dirigem por muito tempo e estão em constante contato com as luzes de trânsito. 

Como prevenir fadiga ocular?

O primeiro passo para se livrar do cansaço ocular é a investigação para descartar doenças. A orientação de um oftalmologista será capaz de definir qual o melhor tratamento. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de óculos de grau ou colírio específico. 

A mudança de comportamento no dia a dia contribui para atenuação dos sintomas e inclui desde pausas no trabalho e a busca por variar o foco do olhar, ou até a manipulação da intensidade do brilho das telas.

Em alguns casos, a priorização de sono de qualidade pode contribuir para descanso das vistas, ou então, a diminuição do tempo de exposição a monitores e telas de smartphone. 

Confira mais dicas incríveis

Nossos olhos estão mais expostos e recebendo cada vez mais estímulos. Infelizmente, não existe fórmula mágica capaz de banir totalmente a fadiga ocular ou reduzir quanto tempo ela dura. 

Por isso, atitudes em conjunto são recomendadas para trazer mais qualidade de vida:

Evite olhar fixamente para a telaLembre-se de piscar frequentemente para lubrificar os olhos
Tente não deixar telas muito próximas do rostoProcure afastá-la por cerca de 1 metro de distância
Evite longas jornadas na frente das telasProcure fazer pausas e intervalos para descansar o olhar
Desvie o olhar para outros pontosA cada meia hora, olhe para outro ponto por cerca de 20 segundos
Durma ao menos 8 horas por noiteO bom descanso do corpo também reflete nos olhos

Seguindo estas recomendações, a fadiga ocular e seus sintomas deixarão de ser problema. Caso persistam, procure um especialista para saber se precisa usar óculos e qual a solução mais adequada para o seu caso. Veja se é necessário o uso de um óculos de grau para você!

Gostou de saber disso? Fique por dentro de outras dicas no blog da Ótica Mori e saiba tudo sobre o universo dos olhos!

Deixe um comentário

CAPTCHA